Dark_Soul - UOL Blog

...

Mais que em qualquer outra noite,

O frio gela-me até aos ossos,

Sinto-me demasiado sozinha,

Num mundo que há muito dorme,

E a chuva que teima em cair,

Acorda-me a cada segundo...

Que tento dormir!

Corrosivo

Neste mundo altamente corrosivo,

Já não sei que sentimentos procurar,

Pois talvez nunca os possa encontrar,

Já não sei se existe amizade,

Ou apenas um encostar de interesses,

Já não sei se existe um amor inabalável,

Ou apenas um conformismo de relações,

Cada vez mais, vejo o aumento crescente,

Do descodificar o que há além da roupa,

Peito e pernas tornarem-se o mais importante,

E o desprezo perante o mais profundo olhar,

Cansada!! Quero fechar os olhos,

Não ver esta corrupção e falsidade de mentes!!

Continuar

Agora que se foram as nuvens,

E a chuva terminou de cair,

As estrelas brilham de novo,

E até o vento já consigo ouvir,

O caminho é em frente,

E é por ele que vou seguir,

O que fica para trás,

São restias de lembranças,

Porque o passado já lá foi!!

Perdida

Sinto a cabeça girar,

Tantos pensamentos diferentes,

Tudo num simples olhar,

Sim, foi nesse momento,

Que tudo foi para o ar,

Perdi a noção do real,

Perdi tudo nesse lugar,

Todas as certezas que conquistei,

Bem longe foram parar,

Porque tu simplesmente decidiste,

Virar a minha vida de pernas p'ró ar!!

Desabar

Não vale a pena enganar-me mais,

Estes gritos silenciosos prender,

E as relutantes lágrimas cá dentro segurar,

Hoje houve um novo anoitecer,

Algo mudou...fez todos os esforços desabar,

Num momento me fez enfraquecer,

E todos os gritos e lágrimas libertar,

Por mais que tente não consigo ver,

O motivo de tudo isto não consigo alcançar,

Só a solidão me acolhe e faz tremer,

Um rosto afavel não consigo encontrar,

Sinto mais rapidamente a força esvanecer,

Agora já não consigo suportar...disfaçar,

O quão dificil se tornou viver!!!!

Não era para ser real...

Isto está a complicar-se,

Está a dividir-me,

A colocar-me num entroncamento,

Criei esta fantasia, mas...

Começo a senti-la, a ser real,

Hoje, a brisa da noite tocou-me,

Abraçou-me como nunca antes,

Aquele arrepio invadiu-me por inteiro,

Mas não podia, não era para ser real,

E não posso largar uma vida,

Para seguir com uma simples brisa,

Que pode derrubar-me...

Num simples sussurro!!

Existir

Desiludida com este mundo,

Sem nunca poder desistir,

E voltar para onde pertenço,

Onde a lua me faz sorrir,

Onde a amizade me acompanha,

Daqui quero fugir,

Sem hora marcada para voltar,

Quero apenas partir,

Para poder voltar a existir!!




[ ver mensagens anteriores ]